Passeio Ciclístico “Bora Pedalar” reuniu milhares de pessoas e arrecadou uma tonelada de alimentos

Com um verdadeiro cenário de cartão postal, foi realizado no domingo (21), o Passeio Ciclístico “Bora Pedalar”, em São Vicente, com participação de 2.500 pessoas e uma tonelada de alimentos arrecadados, através da doação dos inscritos, que não pagaram nada para participar e ainda ganharam um kit do evento. Os alimentos doados foram entregues ao Fundo Social da cidade.

A agitação começou logo cedo, às 7h da manhã com a entrega dos kit’s para os inscritos, já participação livre para qualquer pessoa com bicicleta. A concentração, largada e chegada foi na Praça 21 Irmãos, na praia do Itararé. O trajeto com cerca de 10 km, incluiu a avenida da Praia, av. Presidente Wilson, Centro, Biquinha e claro a lindas praias da cidade. No final do evento foi feito o sorteio de uma bicicleta entre os incritos que participaram.

Quem chegou bem cedo foi Edilma Gomes, 42 anos, moradora do Catiapoã, e estava sozinha, levou o filho Antony Francisco, que com apenas 6 anos, foi com a própria bicicleta. “Acho importante participar dos eventos que acontecem na Cidade, aproveitei que meu filho adora pedalar para fazer esse passeio”. Além dos vicentinos pessoas de outras cidades também participaram, Luiz Felipe Silva dos Reis, 55 anos, mora no Marapé, em Santos. “Tudo muito estruturado, chamei vários amigos para participar, estimula uma atividade saudável”.

O prefeito de São Vicente, Kayo Amado, marcou presença e participou pedalando e completando todo o trajeto. “Parece que hoje o sol abriu para que o povo pudesse fazer uma atividade física, foi um evento marcante para nossa cidade. O esporte além de contribuir para a qualidade de vida ajuda na prevenção de doenças. É possível perceber muitas famílias, é muito bom saber que através de parceiras a prefeitura pode colaborar para isso acontecer. Queremos e vamos realizar mais eventos como esse”.

Inclusão

Uma parceria com o Projetos Santos às Cegas, de Santos, que tem como responsável Renato Frosch e o do Pedalando Sem Idade, de São Paulo, com a presença de Aldo Nakamura, proporcionaram a participação de duas pessoas que não tinham condições de pedalar, mas puderam ser conduzidas de forma segura, em bicicletas adequadas.

Iza Albuquerque, 57 anos, estaria conduzindo uma pessoa, porém um hérnia de disco na coluna cervical a impediu de realizar a ação voluntária, mas não de estar participando do evento, ela acabou sendo conduzida. “Creio que o mais importante é divulgar esses dois belos projetos, mas foi ótimo poder estar inserida nesse evento tão bacana”.

O Passeio Ciclístico “Bora Pedalar” é realizado pela Associação Nacional de Esportes (ANE). Os recursos para a iniciativa são provenientes da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo do Estado de São Paulo. Apoio da TV Tribuna e Prefeitura de São Vicente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.